102

A primeira cirurgia cerebral profunda realizada com o auxílio da hipnose

Na Alemanha, foi realizado um processo de estimulação cerebral profunda para poder curar as mãos trêmulas severas de uma paciente de 73 anos, com o uso da hipnose no lugar de anestésicos para controlar a dor.
 

Em meio ao procedimento, as regiões que são responsáveis pelos tremores, foram estimuladas eletricamente fazendo com que o problema fosse efetivamente suprido para que a paciente pudesse voltar as suas atividades normais do dia a dia, como escrever normalmente, escovar os dentes, comer etc.

A paciente que é de Thuringia, não melhorava dos tremores apenas com medicação controlada, porém agora, ela diz estar muito satisfeita com os resultados que a operação realizada pelo Hospital Universitário de Jena a trouxe.

Normalmente, este tipo de operação é realizada com anestesia, mas o efeito sedativo possui leves chances de resultar em uma distorção. Porém, sob hipnose, não há tais efeitos colaterais, o que é uma enorme vantagem para verificar se a ativação dos eletrodos foi bem sucedida.

E para garantir que tudo ocorresse bem com a paciente durante a cirurgia, esteve de prontidão uma equipe de anestesistas para agir caso fosse preciso. Pois a clínica é um dos poucos centros na Alemanha que oferece este tipo de estimulação cerebral profunda, realizando cerca de doze dessas operações por ano.