102

Entenda de uma vez por todas o que é hipnose e como funciona

Muitas pessoas ainda acreditam que a hipnose é um mito, e que não passa de um show com truques para entreter o público. Mas essas informações não são verídicas, pois a hipnose é uma técnica que pode ser utilizada para tratar uma série de fobias, vícios e traumas.

 

Mas o que é a hipnose em si?

 

A hipnose veio a ser conhecida por meio do médico James Braid, mais conhecido como o pai da hipnose. E durante a Guerra Civil Americana, a técnica chegou a ser muito utilizada para curar os soldados feridos. Porém, com o passar do tempo a medicina evoluiu, o que levou os médicos a optarem por outros tipos de tratamentos, como a anestesia por exemplo.

 

A hipnose mesmo recebendo muito julgamentos de quem não a conhece verdadeiramente, continuou sendo estudada, e inclusive, foi utilizada por Freud em seus pacientes para que se lembrassem da história do desenvolvimento da doença, usando um termo chamado método catártico de Josef Breuer. O paciente quando revivia a cena traumática liberava a reação afetiva que teve na época em que viveu o trauma, mas que por algum motivo não havia sido efetivada.

 

Porém, Freud se deparou com muitos problemas neste método, e um é que nem todos os pacientes eram hipnotizáveis. E quando essa questão foi resolvida, ele optou por utilizar outros métodos, assim como a psicanálise, só que a hipnose continuou sendo usada a desenvolvida por muitos outros profissionais.

 

E quando ela pode ser usada?



Hipnose poder utilizada para tratar vários problemas e modificar trejeitos do comportamento. Significa que ela pode ser eficaz no tratamento contra o fumo, perda de peso, fobia, gagueira, timidez, depressão entre outros transtornos. E além de tudo isso ainda pode ser usada em preparações de cirurgias, pacientes com medo de tratamento dentário, tratamento da ansiedade e até no auxílio da preparação de provas e testes.

E isso tudo só é possível por conta da hipnose ser capaz de alterar a habilidade da percepção, o que faz com que o indivíduo seja aberto a sugestões.