Magnetismo

Mesmer usou a expressão ” magnetismo animal”. A palavra “animal” está ligada a “alma” (anima) e ” animado “. Além disso, é natural e em harmonia com as energias da natureza. A utilização do ” animal” descritiva dirige a atenção para a existência de um contato imediato, que é despojado de superestruturas impostas pelo pensamento.

O magnetismo é uma disciplina participante, que poderia ser explicado, usando o paradigma atual quântico – “entrelaçamento” quântico entre o operador e sujeito.

E até agora, é um fator que não somente seres humanos, mas também animais podem obter cura de uma forma simples.

Saiba sobre o curso!

Atendimentos com Terapia Mesmérica

As sessões são realizadas presencialmente ou à distância.

São empregados tipos específicos de passes de acordo com o problema de cada indivíduo, podendo também ser utilizado o tratamento com água magnetizada.

Grupos de terapia

Oferecemos worshops com grupos de terapia convulsiva, técnicas no espelho, entre outras, para auto conhecimento.

Toda pessoa equilibrada pode magnetizar

O Magnetismo se irradia de cada um de nós em uma força mais ou menos alta. Isso vai depender de cada magnetizador, a prática faz aumentar e melhorar a intensidade da emissão. O essencial, para magnetizar de uma maneira benéfica, é ter um equilíbrio moral, intelectual e físico satisfatório, e a força da intenção do magnetizador ajuda na sua atuação.

O que é magnetismo?

Desde o século XIV designa-se por este nome uma propriedade radioativa da individualidade humana. Os animais, os vegetais, os minerais manifestam uma propriedade análoga.

A palavra ´magnetismo´foi primitivamente usada pelos teóricos da imantação estudada em física. Paracelso ampliou a acepção aos fenômenos determinados pela irradiação humana.

Seus efeitos espontâneos

Equilibrante, tônico, o magnetismo regulariza e estimula as funções orgânicas. Se ele emana de um indivíduo animado de uma forte vitalidade, sua presença basta para influir sobre aqueles que o rodeiam, especialmente sobre os fracos, os doentes e sobre os seres particularmente receptivos, chamados ´sensitivos´.

Em certas condições, a saturação magnética do sistema cérebro-espinhal determina um estado secundário, análogo à hipnose, estado cuja fase mais conhecida é chamada ´sonambulismo provocado´. O sonambulismo magnético difere da hipnose dos fascinadores e sugestionistas: nele podem se observar alguns fenômenos com mais facilidade.

O Magnetizado

Sobre cem pessoas saudáveis, há quinze ou vinte sobre as quais o magnetismo determina em alguns minutos, às vezes mesmo instantaneamente, efeitos marcantes. São os ´sensitivos´. Os outros sentirão a influência do operador após uma ação mais ou menos prolongada. Mas toda pessoa doente, qualquer que seja, sente os efeitos do magnetismo.